Crise no judiciário já atinge a marca de 70 milhões de processos pendentes

Ler na área do assinante

O Legislativo só funciona a 'toque de caixa'. O Executivo está completamente perdido. E o Judiciário está mergulhado em sua própria ineficiência e falta de produtividade com mais de 70 milhões de processos pendentes no ano de 2014.

É o que demonstra relatório divulgado nesta terça-feira (15) pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que aponta que apenas 28,6% dos quase 100 milhões de processos que tramitaram em 2014 foram solucionados. O restante compõe um estoque que a Justiça vê aumentar continuamente desde 2009. 

O relatório ‘Justiça em Números’ colheu dados das atividades dos tribunais de todos os Estados e compôs a ‘taxa de congestionamento’ – índice de processos que não foram resolvidos em relação aos que tramitaram em 2014. Em comparação a 2013, o estudo mais recente constatou aumento de 0,8 ponto percentual nessa taxa, que está atualmente em 71,4%.

               https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação
Ler comentários e comentar