Saiba como VOCÊ pode fiscalizar a contagem dos votos nessas eleições

Como já atestado por diversos especialistas da área de TI, segurança digital e criptografia, é fato evidente e de amplo conhecimento que as urnas eletrônicas utilizadas nas eleições oficiais brasileiras podem ser burladas a fim de gerar votos falsos que passam como legítimos pelos mecanismos de auditoria do sistema.

Para minimizar o problema, diante da completa má vontade do TSE em melhorar a integridade do sistema de votação, o CMIND (Comitê Multidisciplinar Independente) desenvolveu um aplicativo para a realização de uma contagem paralela dos votos.

Como a contagem paralela funciona?

Você simplesmente baixa o aplicativo e vai à seção eleitoral às 17:00 no dia da eleição, quando os boletins de urna (BU) são disponibilizados. Você lê os QR Codes dos boletins e o aplicativo os envia para a equipe de análise. Os dados enviados serão então comparados às versões digitais oficiais do TSE.

O aplicativo pode ser baixado aqui.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política