A briga pesada no STJ entre dois ministros, motivada por Beto Richa

Nesta quarta-feira (19) pouco antes da sessão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) o clima ficou pesadíssimo entre dois ministros da Corte, o atual presidente João Otávio de Noronha, e o ex-presidente, Felix Fischer.

O motivo da briga: um tucano. O ex-governador do Paraná Beto Richa.

Noronha, em um evento em São Paulo, detonou o juiz que mandou prender Richa.

O juiz que mandou prender o ex-governador é Fernando Fischer, filho do ministro Félix Fischer.

E no tal evento, Noronha emendou da seguinte forma: “Todo mundo quer ser MORO” (referindo-se ao juiz Sérgio Moro).

Segundo consta, a decisão do magistrado de 1ª instância foi sublime, irretocável.

Félix Fischer se doeu pelo filho e ficou possesso. O presidente do STJ se doeu por Beto Richa.

A briga teria sido bastante agressiva.

Será que temos no STJ uma nova versão do Gilmar Mendes?

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça