A intrigante morte “natural” da dona da pensão

Morreu a dona da pensão onde Adelio Bispo de Oliveira se hospedou nos dias que antecederam ao atentado que quase matou o candidato à presidente da República, Jair Bolsonaro.

Aparecida Maria da Costa sofria de câncer e, segundo familiares, estava em estado terminal.

De qualquer forma, a mulher certamente possuía algum tipo de informação importante sobre o caso, tanto é que chegou a ser ouvida pela Polícia Federal.

Não se tem ainda informações de quais motivos levaram ela a depor, ante ao sigilo imposto nas investigações.

O que intriga, mesmo assim, diante da morte da primeira testemunha, é a enorme coincidência com relação a um outro crime brutal acontecido outrora com um prefeito petista.

A PF tem que ir fundo nas investigações.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas