Advogados viram “marqueteiros”, contratante permanece anônimo e Adelio tem status de “celebridade”

Num crime contra a soberania nacional, um grupo de advogados de alta estirpe assume a defesa do criminoso e certamente recebe alta remuneração para a realização do serviço.

O contratante, por sua vez, é mantido no anonimato, a OAB permanece silente e o crime indissolúvel na sua essência. Só o criminoso é conhecido, por ter sido preso em flagrante.

Fica a nítida impressão de que caso Adelio tivesse conseguido empreender fuga, com o álibi fornecido pela Câmara Federal, jamais saberíamos sequer a autoria do atentado.

Policiais, incapazes de investigar com mais denodo e competência, já defendem a tese de que o criminoso agiu sozinho, quando parece evidente que por trás de Adelio existe uma poderosa e perigosa Organização Criminosa.

Eis que nesta segunda-feira (24) circula a informação de que os advogados assumiram a condição de verdadeiros marqueteiros, agendando entrevistas para o quase assassino.

Segundo o site O Antagonista, duas entrevistas já estariam devidamente “combinadas”. Uma para o SBT e outra para a Veja.

A Folha de S. Paulo confirma que “as entrevistas foram autorizadas pela Justiça e acontecerão no presídio federal em Campo Grande”.

Adelio agora é “celebridade”.

Um absurdo!

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas