Entenda o que move o PT, a esquerda, o poder pelo poder, até chegar ao completo domínio das mentes populares

Nada que for racional se fixará na mente popular, ou do "homem massa". Este fixa apenas aquilo que lhe for REPETIDO insistente e freneticamente: CONDICIONAMENTO (adestramento animal). Assim, quem tem o Poder de se fazer ouvir, tem o domínio das mentes populares.

A esquerda, ou mais propriamente a defesa do Poder do Estado sobre a sociedade, não atua racionalmente. A propaganda do Poder como fonte da justiça é ainda a velha questão, se Justiça é a vontade do mais forte. Como Rousseau bem percebeu:

"o forte não será sempre o mais forte se não fizer de sua força um direito e da obediência um dever"
Essa era a dica para que a CORTE não mais se submetesse ao Rei, mas à instituição abstrata da realeza.

Assim os reis não mais poderiam mudar nada sem a anuência da corte e foi dessa ideia, um tanto rousseauniana, que se REEDITOU a ideia de República. Nesta não mais o "rei", ou presidente, poderá contrariar os interesses da "corte" ou da nova nobreza. Se o tentar será substituído por quem atue em benefício do coletivo estatal e seus agregados.

Os valores morais são a forma de comandar a sociedade através deste "SOFTWARE" ou ALGORITMO que substitui a consciência.

Existem ambições materiais e ambições intelectuais (chamo de psicológicas). Como bem percebeu Bertrand Russel, as ambições psicológicas são infinitas, enquanto ambições materiais são limitadas. A ambição por glória e dominação são exemplos de ambição psicológica. Quem almeja fortuna maior do que pode usufruir não busca o desfrute material, mas a glória, a fama ou o domínio. O Poder é a maior das ambições intelectuais, bem o disse B. Russel.

Geoge Orwell foi perfeito ao expor a mais clara realidade:

"O PODER é medido, ou aferido, conforme as CONTRARIEDADES que é capaz de IMPOR aos dominados."
Um MANÍACO pelo PODER afere o quanto possui de Poder sobre alguém ou sobre uma comunidade impondo a este(s) cada vez MAIORES CONTRARIEDADES.

Quanto mais as contrariedades impostas são aceitas, maior é o Poder de quem as impõe. Assim, quanto mais estas forem aceitas, mais contrariedades surgirão até a completa destruição assentida do indivíduo ou comunidade dominada.

Estas aberrações que se vê são exatamente a aferição do Poder dos maníacos que assumiram a hierarquia estatal: eles não se contentam apenas com DINHEIRO, eles querem a humilhação da sociedade, a SUBMISSÃO ABSOLUTA dos pagadores de impostos. Daí impor a ACEITAÇÃO da INJUSTIÇA, de CRIMINOSOS como "vítimas da sociedade", da submissão às ARBITRARIEDADES das autoridades, do ESBULHO contra a sociedade, dos IMPOSTOS CRESCENTES, da HUMILHAÇÃO ABSOLUTA da sociedade ante o Estado, enfim, até a sua autodestruição.

Basta uma análise dos NOVOS VALORES e se perceberá que o máximo Poder será quando a sociedade se autodestruir, como ostentação de submissão absoluta ao Estado.

Não é por acaso que TODA ideologia paulatinamente IMPONHA cada vez maiores PROIBIÇÕES e OBRIGAÇÕES aos seus fiéis ou submissos. Sempre os prazeres são proibidos como "pecaminosos" e os sacrifícios incentivados e até OBRIGADOS como "virtuosos".

É A MANIPULAÇÃO através da VAIDADE a arma das ideologias: a PROPAGANDA de alegados "VALORES MORAIS" apartados de qualquer objetividade ou filosofia (ética = filosofia da moral), mas meramente ARBITRANDO vícios e virtudes com base NUM FIM ou OBJETIVO REDENTOR qualquer.

Isso é IDEOLOGIA, ESTÚPIDO!

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Circulando na rede