Carta de Bolsonaro pode definir eleição ainda no 1º turno

A carta é objetiva, direta, sem rodeios, onde o candidato, em primeira pessoa, assume compromissos no sentido de rebater a onda de ataques extremamente ferozes, violentos e covardes que têm sido vítima nos últimos dias.

A campanha verdadeiramente virou um “todos” contra “ele”.

Grande imprensa, Rede Globo, PT, PSDB e uma imensidão de artistas beneficiários da Lei Rouanet contra o candidato do PSL.
Bolsonaro dirá que não tem preconceitos e que vai reforçar ainda mais o combate a corrupção, além de garantir a prisão após a condenação em 2ª instância, nesse aspecto, fica implícito que o corrupto e lavador de dinheiro Luiz Inácio Lula da Silva permanecerá preso.

De qualquer forma, caso a eleição ainda assim tenha um segundo turno, será entre um candidato que garante o combate a corrupção e, certamente entre outro candidato que tem como meta soltar o presidiário e fazê-lo o seu ministro da Casa Civil.

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Otto Dantas

Comentários

Notícias relacionadas