Procurador denuncia “golpe” em andamento no Senado para livrar Lula

O procurador da República Carlos Fernando dos Santos Lima acaba de denunciar um verdadeiro “golpe” em andamento na Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal para tentar livrar da prisão o corrupto e lavador de dinheiro Luiz Inácio Lula da Silva.

Os senadores estão usando indevidamente o nome da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe).

Veja abaixo a manifestação do procurador:

“OLHEM COMO PRETENDEM LIVRAR O LULA! DIVULGUEM E COBREM OS SEUS CANDIDATOS!
Com tanto a ser feito pelo Brasil, congressistas acham tempo durante o recesso branco para criar problemas para o combate à corrupção.
A CCJ do Senado Federal quer transformar a prisão em segunda instância, uma forma de execução antecipada da pena, em uma espécie de prisão preventiva, e assim livrar quem apresente garantias que não irá fugir ou cometer novos crimes (?).
O texto que será votado é um substitutivo do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) ao Projeto de Lei do Senado (PLS) 402/2015, do senador Roberto Requião (MDB-PR).
A confusão é proposital, fazendo parecer que a prisão de Lula, como exemplo, seja considerada preventiva quando é, na verdade, execução provisória, que não se sujeita a contracautela.
A menção da AJUFE também é capciosa, pois essa proposta deu-se antes da decisão do STF, que determinou outra natureza jurídica para o instituto.
É preciso cuidar da esperteza de alguns quando o Brasil não está prestando atenção.
Votações nas vésperas ou logo após graves acontecimentos, quando a população está "olhando para o outro lado" - lembram-se do acidente da Chapecoense - indica que há algo de podre na proposta.”

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça