Os crimes praticados pela Revista Veja: A Facada Virtual...

Parece óbvio que uma poderosa Organização Criminosa está em franca atuação no Brasil, com um claro e evidente objetivo. Impedir que um determinado candidato seja eleito.

“Ele não”, em hipótese alguma, pois certamente contraria os interesses escusos dessa perigosíssima horda.

A sociedade, a imensa maioria do eleitorado, percebeu que o candidato se diferencia dos demais e pretende elegê-lo no dia 7 de outubro.

Diante desse quadro, o melhor para a quadrilha seria eliminá-lo. O plano fracassou. A facada não acertou o coração. Um jovem policial militar mineiro conseguiu evitar o golpe fatal.

Com o homem vivo, o plano “B” colocado em andamento é a mais completa destruição de sua reputação. Vale tudo. Um conluio gigantesco se formou com este objetivo.

Esta semana foi a vez da outrora conceituada revista Veja, movida por um despudor e um mau-caratismo que não coadunam com a sua história, entrar no mundo do crime e agir criminosamente contra o candidato.

A revista Ingressou de maneira ilegal num processo de família, que tramitou sob sigilo de Justiça, e divulgou para o mundo o que encontrou nos autos sigilosos. É crime!

Dois crimes. Aliás, três crimes.

Ingressou nos autos ilegalmente, pois não era parte.
Divulgou conteúdo sob sigilo de Justiça.
E difamou as partes, ex-marido e ex-mulher.

Como se sabe, numa discussão em fim de relacionamento conjugal, marido e mulher dizem coisas e trocam acusações que muitas vezes não condizem com a realidade. Daí o sigilo.

Tanto é que no caso em tela, a própria ex-mulher desmentiu tudo.

De nada valeu para Veja, pois o que está em jogo é a destruição da reputação de Jair Bolsonaro.

Em outros tempos, certamente ele estaria liquidado.

Felizmente, nos tempos atuais, as redes sociais e os meios de comunicação independentes, como o Jornal da Cidade Online, podem rapidamente desmentir a farsa e restabelecer a verdade.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas