Insano, deputado do PT e ex-presidente da OAB (RJ) ofende gravemente ministro do STF

O sujeito diz o quer, vive blefando e ninguém toma uma atitude.

O mandato de deputado federal parece conferir a Wadih Damous a prerrogativa para ofender e difamar, quem quer que seja.

Há pouco tempo foi flagrado num vídeo dizendo que Gilmar Mendes está do lado do PT.

Noutras palavras, afirmou que o ministro é parceiro das malandragens e falcatruas do partido.

Ficou por isso mesmo. Nem o ministro se deu ao trabalho de desmentir.

Neste sábado, ante a decisão do ministro Luiz Fux, proibindo a entrevista do presidiário Lula para o jornal Folha de São Paulo, o deputado fez uma séria e agressiva acusação.

“Fux fez tocaia judicial e passou uma rasteira no Presidente do Supremo e na Constituição. Ao censurar Lula e a imprensa, Fux aderiu a Bolsonaro. É um escândalo sem precedentes na história do Supremo. Que o ministro Toffoli afirme a sua autoridade e revogue a bravata fascista”.
É gravíssimo!

Wadih é um sujeito sem moral e que não mede as palavras.

Agride e ofende sem nenhuma responsabilidade.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça