Lewandowski age em favor de Lula e do PT e derruba liminar de Fux

Lewandowski e Tofolli se reuniram nesta segunda-feira (1º) na Faculdade de Direito da USP e decidiram autorizar a entrevista do meliante Lula para o jornal Folha de S.Paulo.

Tais fatos colocam em clima de guerra o Supremo Tribunal Federal (STF).

Lewandowski assume a condição de “Favreto do STF”.

Trata-se de uma decisão com repercussão direta na campanha eleitoral.

É lamentável que um ministro da suprema Corte aja movido por interesses inconfessáveis em benefício de um partido político. Os mesmos interesses que o levaram a rasgar a Constituição e manter os direitos políticos de Dilma Rousseff, por ocasião do impeachment.

Estão destruindo o Brasil.

Abaixo o despacho do ministro:

“Reafirmo a autoridade e vigência da decisão que proferi na presente reclamação para determinar que seja franqueado, incontinenti, ao reclamante e à respectiva equipe técnica, acompanhada dos equipamentos necessários à captação de áudio, vídeo e fotojornalismo, o acesso ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a fim de que possam entrevistá-lo, caso seja de seu interesse, sob pena de configuração de crime de desobediência, com o imediato acionamento do Ministério Público para as providências cabíveis, servindo a presente decisão como mandado”.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários