O fiasco do “#EleNão”: Bolsonaro subiu seis pontos entre as mulheres

Foi um clamoroso erro estratégico da esquerda.

O “#EleNão” teve efeito contrário. Sem dúvida, uma demonstração inequívoca da falta de credibilidade dos tais artistas que encabeçaram o movimento.

De acordo com o Ibope, após a campanha ter sido desencadeada, Jair Bolsonaro subiu seis pontos no eleitorado feminino.

Na realidade, a imposição do “EleNão”, provocou um verdadeiro “levante” entre as mulheres que não concordam com o movimento, nem tampouco com a corrupção da era PT.

A luta maior é justamente contra a corrupção, a roubalheira e a distribuição de propina. A vã tentativa de mudar o foco do debate político despertou a ira das mulheres em favor do candidato que melhor representa esse anseio.

Foi um clamoroso erro estratégico da esquerda corrupta.

Assim, para tentar desviar o foco da repercussão da facada, criaram a tal página “Mulheres Contra Bolsonaro", e como bordão, a infame hashtag.

“Ao fazer isso, criaram uma âncora mental em uma das palavras mais usadas da língua portuguesa, que fixa de forma indelével o nome de Jair Bolsonaro na cabeça das pessoas.” (*)

Foi o tiro no pé!

*Trecho retirado do artigo "Como a esquerda elegeu Jair Bolsonaro", de Leonardo Thomé Pires.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política