Que feio, Geraldo Candinha!

Não há quem não conheça ou pelo menos não tenha ouvido falar da famosa "Candinha" - aquela velha fofoqueira, que por falta de conteúdo na sua própria vida, vive de cuidar da vida dos outros, fazendo fofocas, criando intrigas e falando mal das pessoas pelas costas.

A falsidade e a maledicência são as únicas linguagens que a Candinha conhece, e as únicas coisas que alimentam a sua vida.

Assim tem sido a vexatória, ridícula e medíocre vida do candidato Geraldo Alckmin.

Por falta do que dizer e do que mostrar, Geraldinho Candinha gastou mais de 90% do seu tempo de campanha, dedicado a falar mal do candidato Jair Bolsonaro. Pouco se conhece das propostas do Candinha.

Que feio! Uns diriam que é uma estratégia de campanha, mas a grande maioria das pessoas que raciocinam, vão concordar que o nome disso é COVARDIA, já que o candidato que o Geraldo Candinha tanto ataca não podia estar presente nos debates para se defender da língua sempre afiada e ferina do Candinha.

Nessas condições, atacar fica extremamente fácil e pode ser comparado a bater e sair correndo. Geraldo Candinha não tem coragem de enfrentar seu oponente frente a frente, porque não tem coragem de ouvir as verdades. Ciro nesse ponto é até mais macho, embora tenha um discurso bem mais mequetrefe que o Geraldo Candinha, "O Janeleiro".

Mas como é que isso é uma "estratégia de campanha", se mesmo com seus discursos eloquentes e fofoqueiros, Geraldo Alckmin não consegue avançar em nada nas pesquisas? Até o Daciolo, com toda a sua "exoticidade" de palhaço de rodeio tem se saído melhor que o Geraldo Candinha!

A que nível chegamos na política brasileira! Ou melhor... A que nível o PSDB se rebaixou, colocando o picolé de chuchu como o candidato!

Que lástima! Cada vez que Geraldo Candinha pega num microfone, parece até que está no "confessionário" de algum reality show de quinta categoria.

Quanto tempo de campanha desperdiçado!

Antes, pelo menos, se podia assistir a discursos como os do Geraldo Candinha, comendo uma merenda para passar o tempo. Agora nem isso dá mais porque a merenda inexplicavelmente sumiu.

Seja homenzinho, Geraldo! Pare de fofoquinhas e mostre alguma coisa de produtivo, além de tricotar!

Ah... não dá, não é? Não tem.

Isso explica os seus números...

Publicado originalmente no Blog do autor: O Porrete

Siga-nos no Twitter!

Mais de Marcelo Rates Quaranta

Comentários

Notícias relacionadas