Aragão, R$ 1,7 milhão no bolso e a 2ª derrota consecutiva para o Jornal da Cidade Online no TSE

Eugênio Aragão sai mais rico da campanha política.

O seu escritório de advocacia faturou a bagatela de R$ 1,7 milhão, proveniente do malfadado fundo partidário, para oferecer assessoria jurídica para as campanhas do presidiário Lula e do poste Haddad.

Não obstante a altíssima remuneração, termina o 1º turno com uma coleção de derrotas.

Só para o Jornal da Cidade Online sofreu dois revezes.

Aragão ousou tentar retirar do ar duas matérias veiculadas pelo Jornal da Cidade Online.

Nas duas vezes, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) indeferiram a sua pretensão e consideraram tentativa de cerceamento da liberdade de imprensa.

Abaixo, as duas matérias em referência, que continuam no ar, contrariando as insanas aventuras jurídicas do advogado do PT.

CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA QUE O PT TENTOU CENSURAR

CLIQUE AQUI E VEJA A MATÉRIA QUE O PT TENTOU CENSURAR

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça