Folha acusou pesquisa que acertou percentual de Bolsonaro no 1º turno de “Fake News”

O jornal Folha de S.Paulo, assim como boa parte da grande mídia brasileira, ultrapassou a barreira da ‘desmoralização’ e atingiu o estágio da mais absoluta ‘amoralidade’.

Presentemente é um veículo de comunicação que sobrevive de seu passado, sem honrá-lo.

Assim, na tentativa de fazer prevalecer suas preferências políticas, todos os dias acumula episódios que invariavelmente são desmentidos na internet. Benditas redes sociais.

Hoje vemos o quanto fomos enganados no passado.

O Instituto Datafolha, pertencente ao mesmo grupo da Folha, a cada pleito perde mais a sua credibilidade. Se é que lhe resta alguma.

Ninguém mais acredita no Datafolha.
Porém, o mais dolorido é ver a empáfia do jornal em acusar quem verdadeiramente desenvolve um trabalho sério, decente e profissional.

Em meados de setembro, na reta final da campanha de 1º turno, o site Encuestas Digitales divulgou uma pesquisa atribuindo a Jair Bolsonaro o percentual de 45% e cravando que a eleição poderia ser liquidada em um só turno.

A Folha apressou-se em acusar a pesquisa de ‘enganosa’, em matéria publicada no jornal e no site UOL.

Disse o jornal:

Não há evidências de que publicações das redes sociais que atribuem 45% ao candidato Jair Bolsonaro (PSL) sejam resultado de uma pesquisa eleitoral confiável.
As publicações que divulgam a pesquisa do site Encuestas Digitales afirmam que Bolsonaro estaria perto da vitória no primeiro turno.
De acordo com a legislação eleitoral, enquetes do tipo não são válidas, pois não cumprem uma série de exigências, como a divulgação de dados e metodologia, o registro oficial e prestação de contas.
O resultado eleitoral demonstrou claramente qual pesquisa era séria e qual a enganosa.

O Datafolha cometeu erros absurdos e inaceitáveis em todo o Brasil.

Definitivamente não parece ser um instituto de pesquisa que trabalha com seriedade e isenção.

Hoje, quarta-feira (10) o mesmo Datafolha divulga mais uma pesquisa.

Infelizmente, não merece o mínimo de credibilidade.

Vamos aguardar os resultados a serem divulgados pelo ‘Encuestas Digitales’.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas