Ana Estela Haddad e a coluna social do socialismo na fartura

Bem legal mesmo é ver o “empoderamento feminino” no PT/PCdoB.

A odontopediatra Ana Estela, mulher de Fernando Haddad, que quer “virar” política foi na festa de comemoração da eleição do marido no 1º turno, vestida a rigor.

Grifada da cabeça aos pés. Com um scarpin da Dior, vestido envelope vermelho, perfume Chanel floral, combinando com uma bolsinha também da Chanel de miseráveis R$ 35 milhas.

Ao seu lado, a candidata à vice Manuela D’Ávila, mais parecia um espantalho. Ah se fosse a mulher de Bolsonaro... Tudo bem. Se pode, compra! Mas não bufa com discurso socialista, né?

E a galera “femista” faz um silêncio mortal, enquanto a manada, do andar de baixo do palanque entrava em êxtase, vestindo cabresto de couro cru.

A direita é muito boazinha e levou muito tempo para por essa corja para correr.

Eu te manjo, Haddad! Eu sei quem tu és e que vinho tu bebes com o Zé Dirceu! Mas é só quando vocês saem para jantar, uma ou duas vezes por mês que rola um Romanée-Conti de R$ 102.000,00 a garrafa.

Daí tudo bem, né?

É o uniforme e a dieta do proletariado anti-burguês...

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia

Siga-nos no Twitter!

Mais de Luiz Carlos Nemetz

Comentários