Bolsonaro. O mais votado da nossa história

Esta é a “verdade incontestável” que desafia toda e qualquer fraude nas urnas e “fake news”.

Até porque nunca existiu um candidato, neste país, com tantos votos no primeiro turno. Foram mais de 49 milhões, superando o número de eleitores de Lula, em 2006 e os de Dilma Rousseff, em 2010.

Sem dúvida, uma façanha e tanto! Acima de qualquer “maquinação fraudulenta”. Uma façanha, inclusive, à prova de “notícias respaldadas na mentira”.

Já Fernando Haddad e o PT, para vencer, precisariam obter, segundo o jornalista Jose Casado, cerca de um milhão de votos, todos os dias, até o domingo de 28 de outubro. E sem perder nenhum voto dos 31 milhões já obtidos.

Simples cálculo matemático. Pura constatação dos fatos.

Este é o nosso atual cenário eleitoral para presidente. Queiram ou não os que vivem distorcendo ou manipulando, convenientemente, a verdade. Com ou sem “urnas fraudulentas”. “Desacreditadas”.

Portanto, nós, brasileiros de bem, recorremos, aqui e agora, ao nosso poder, como maioria que somos, subimos o tom e declaramos: “Falsas e difamatórias notícias”, assim como ameaças e intimidações, que proliferam por aí, decididamente não nos atingem.

E sabe por que? Nós estamos preparados.

Jamais estivemos tão ‘focados’ no que tanto queremos para nós e para este país.

E vamos ter!

L. Oliver

Redatora e escritora, com diversos prêmios literários, e autora de projetos de conscientização para o aumento da qualidade das sociedades brasileira e global. Participa do grupo Empresários Associados Brasil, que identifica empresas e profissionais em busca da excelência em produtos e serviços no país e no Exterior. Criou e administra o grupo “Você tem poder para mudar o Brasil e o mundo”, de incentivo à população no combate à corrupção. https://www.facebook.com/groups/1639067269500775/?ref=aymt_homepage_panel

Siga-nos no Twitter!

Mais de L. Oliver

Comentários

Notícias relacionadas