Fantástico dá a “senha” para a fraude eleitoral

O programa Fantástico da Rede Globo, na edição deste domingo está tentando justificar o injustificável: o novo conjunto de “erros” absurdos e absolutos dos institutos de pesquisa IBOPE e DATAFOLHA, no primeiro turno das eleições deste ano.

A Rede Globo e os institutos perderam a segurança e a confiança da população.
Pessoalmente não tenho nenhuma dúvida que a linha editorial da Globo é clara no sentido de induzir os telespectadores eleitores a votarem contra Jair Bolsonaro.

E os “erros” reiterados, crassos e retumbantes dos institutos, em praticamente todos os Estados, levam os mesmos a absoluta falta de credibilidade.

Não acredito nos veículos de comunicação da Rede Globo. Mas não desprezo o poder contundente do seu monopólio nas comunicações no Brasil.

Não confio nem tenho nenhuma segurança no IBOPE ou DATAFOLHA.

Ante esta clara e evidente manipulação editorial, começo a ter sérias suspeitas da possibilidade de fraude nas urnas eletrônicas.

As instituições que detém o controle do processo (Justiça Eleitoral, Ministério Público Eleitoral) deveriam vir à público trazer informações rápidas, claras, democráticas e republicanas. E agir para impedir a continuidade desses “erros” (se é que são “erros “) grosseiros e nocivos à democracia.

A nação crê na Justiça Eleitoral, mas está justificadamente insegura e temerária que “influências externas” estejam tentando manipular, influenciar e/ou modificar os resultados das urnas.
É só o que se fala nas redes sociais.

Os “erros” nas pesquisas são fatos sociólogos graves, com influência direta nos resultados das eleições, via do conhecido “voto útil”, para ficarmos somente numa única evidência.

Se esse fenômeno claro e evidente está sendo tolerado, quem garante que outros não possam estar associados?

Os organismos do Estado não podem fazer silêncio sobre esse tema tão sensível e fundamental ao Estado Democrático de Direito.

#VotoEmCedula

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia

Siga-nos no Twitter!

Mais de Luiz Carlos Nemetz

Comentários

Notícias relacionadas