Candidatos debatem no Twitter e Haddad revela que encara a presidência como um “emprego”

Jair Bolsonaro e Fernando Haddad tiveram nesta terça-feira (16) um debate no Twitter.

A fraqueza de Fernando Haddad dispensou o debate na TV. É a verdade, nua e crua.

O eleitorado não está com nenhuma vontade de assistir esse encontro.

O povo já se decidiu. Ninguém mais precisa assistir aos candidatos debatendo para fazer a sua opção.

Ademais, a maneira como Haddad fustigou o adversário foi totalmente equivocada, até desumana, questionando a veracidade dos atestados médicos que o proibiam até a semana passada de participar de qualquer tipo de evento, inclusive de viagens de campanha.

O petista ignorou que Bolsonaro quase foi vítima de um assassinato, cometido por um cidadão que ultimamente militava no PT, conforme o Jornal da Cidade já demonstrou em outra matéria.

Novamente instigado, Bolsonaro disse o seguinte:

Senhor Andrade, quem conversa com poste é bêbado. Existe um que está preso por corrupção e você vai toda semana na cadeia visitá-lo intimamente além de receber ordens! Cuidado que pelo desenrolar das notícias reveladas você pode ser o próximo!

Haddad (ou Andrade, como disse espirituosamente Bolsonaro), deu uma resposta medíocre, revelando que ao contrário de Bolsonaro, encara o cargo de presidente da República como um “emprego”, não como uma “missão”.

Tuitar e fazer live é fácil, deputado.Vamos debater frente a frente, com educação, em uma enfermaria se precisar. O povo quer ver você aparecer na entrevista de emprego.

Haddad é um fiasco!

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Otto Dantas

Comentários

Notícias relacionadas