Por sua postura, Ana Amélia pode ser Ministra das Relações Exteriores de Bolsonaro

O enxugamento da máquina é uma das promessas de Jair Bolsonaro, caso se confirme a sua vitória na eleição presidencial no próximo dia 28 de outubro.

O país chegou a ter 39 ministérios durante o tenebroso período petista. Verdadeiros cabides de emprego para a imensa massa de militantes.

Atualmente são 29 ministérios no governo de Michel Temer.

Bolsonaro pretende reduzir para apenas 15.

Sem compromisso eleitoreiro de nomear apaniguados, não deverá enfrentar dificuldades na redução do números de pastas.

Por outro lado, o objetivo é colocar pessoas competentes e técnicas, que conheçam com profundidade as respectivas áreas em que irão trabalhar.

Nesse sentido, cresce a possibilidade da senadora Ana Amélia Lemos ser a primeira mulher a ocupar o cargo de Ministra das Relações Exteriores e assim chefiar a diplomacia brasileira.

A senadora ganhou força por sua postura sempre coerente, por ter assumido com firmeza a campanha de Bolsonaro neste 2º turno e por ter se recusado no 1º turno, quando era vice de Geraldo Alckmin, a gravar um vídeo atacando Bolsonaro.

Em se concretizando, seria também uma maneira também de homenagear às mulheres.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política