O advogado eleitoral do PT, o mal que o acomete e a seita frequentada

O ex-Ministro da Justiça de Dilma, está de volta aos noticiários, agora como advogado eleitoral de Lula (digo Haddad). Isto me faz lembrar de um pequeno texto que escrevi e publiquei, nas listas da UFSC, em 24/03/2016, sobre o então novo Ministro da Justiça da ‘mulher sapiens’, quando esta ainda deslustrava a presidência da República. Não resisto e volto àquele artigo.



Eugênio Aragão (não confundir com Renato Aragão, o inofensivo humorista), é o novo Ministro da Justiça do único exemplar da espécie 'mulher sapiens' existente no Brasil. Ex-vice de Janot (aquele que se recusa a mandar investigar Dilma), tem tudo a ver com o próprio PGR, exceto, talvez, a inteligência e a sutileza.

Dizem que já fez parte do MR8, aquele movimento que combatia o governo militar brasileiro para colocar, em seu lugar, a ditadura do proletariado soviética, também conhecida como comunismo marxista-leninista.

Vem de seu extremismo de esquerda, e dado o insucesso do movimento armado que frequentou, a lulopatia grave que o acomete, a ponto de ameaçar o cumprimento constitucional da Polícia Federal na caça de bandidos pela Lava Jato.

Dizem também que já pertenceu à seita do Santo Daime - um sincretismo de elementos cristãos, ameríndios e exóticos - em cujos cerimoniais se ingere um chá alucinógeno – psicodélico que, segundo os devotos, serve para trazer de dentro (dos intestinos, presumo) para fora (para o cérebro, ainda presumindo) o autoconhecimento.

(Eu não sabia que nosso autoconhecimento residia nos intestinos, se é que entendi bem)

Não sei há quanto tempo o atual MJ abandonou (se abandonou) a seita. Mas, seja como for, apenas tendo em vista as suas ameaças recentes à operação Lava Jato da PF, sou forçado a pensar que o efeito do chá cerimonial da seita é realmente muito duradouro.

(Texto de José J. de Espíndola. Engenheiro Mecânico pela UFRGS - Mestre em Ciências em Engenharia pela PUC-Rio - Doutor (Ph.D.) pelo Institute of Sound and Vibration Research (ISVR) da Universidade de Southampton, Inglaterra - Doutor Honoris Causa da UFPR - Membro Emérito do Comitê de Dinâmica da ABCM - Detentor do Prêmio Engenharia Mecânica Brasileira da ABCM - Detentor da Medalha de Reconhecimento da UFSC por Ação Pioneira na Construção da Pós-graduação - Detentor da Medalha João David Ferreira Lima, concedida pela Câmara Municipal de Florianópolis - Criador da área de Vibrações e Acústica do Programa de Pós-Graduação em engenharia Mecânica - Idealizador e criador do LVA, Laboratório de Vibrações e Acústica da UFSC – Agraciado com uma Honorary Session, por suas contribuições ao campo da Dinâmica, pelo Comité de Dinâmica da ABCM no XII International Symposium DINAME, 2007- Professor Titular da UFSC, Departamento de Engenharia Mecânica).

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política