Em formidável recuo estratégico, Folha agora ataca o PT

O editorial do jornal Folha de S.Paulo desta quarta-feira (24), dá uma guinada de 180 graus na postura do jornal.

Parece que o suposto e aventado acordo entre as partes foi desfeito.

Hoje, a Folha faz o inusitado, chama a investida de Haddad de 'estelionato eleitoral'.

Uma demonstração inequívoca de que a Folha não segue uma linha editorial.

Atira para todos os lados de acordo com as suas conveniências, inclusive disseminando o inaceitável “Fake News”, como no caso do WhatsApp, desmascarado nesta terça-feira (23) pela pesquisa do Ibope, que demonstrou que um percentual ínfimo de eleitores recebeu mensagens políticas através do aplicativo e que uma boa parte desses eleitores recebeu mensagens enviadas pela campanha de Fernando Haddad.

Veja abaixo um trecho do intrigante editorial:

“Haddad, em tese o coordenador do programa petista, improvisa às pressas remendos no texto rancoroso do primeiro turno. A manobra tardia soa a estelionato eleitoral — como era o lançamento ao Planalto de Luiz Inácio Lula da Silva, condenado por corrupção.”
Realmente, uma mudança radical...

Veja aqui a matéria da Folha

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Otto Dantas

Comentários

Notícias relacionadas