Após o pleito, manso e sem arrogância, Lula terá um encontro diferente com o juiz Moro

O assunto a ser tratado será o malfadado sitio Santa Bárbara, em Atibaia.

A data está marcada: dia 14 de novembro.

Será uma audiência totalmente diferente daquela do tríplex.

Lula será outra pessoa. Réu preso, já condenado, terá um comportamento bastante distinto, desprovido de arrogância e na condição de condenado e reincidente na prática dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Lula não será mais o tratado como “senhor ex-presidente”, mas sim, como um criminoso comum.

O PT já estará derrotado e não teremos militantes nas imediações da Justiça Federal.

O advogado Cristiano Zanin, caso compareça, estará desprovido de empáfia. Nesse novo cenário, caso ouse desrespeitar o magistrado, certamente será punido, até mesmo com uma eventual prisão em flagrante por desacato.

A rigor, o juiz venceu a guerra contra a bandidagem.

Doravante serão novas condenações e a luta contra a corrupção será ampliada.

2019 será um grande ano.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários

Notícias relacionadas