Haddad tem “plano B” por foro privilegiado, em caso de confirmação da derrota

A primeira providência do poste é sumir da vida de Lula...

O candidato Fernando Haddad fatalmente terá a Justiça em seus calcanhares após o provável revés no pleito presidencial.

Derrotado, terá que responder a mais de 30 processos por improbidade administrativa, corrupção e formação de quadrilha.

Sem foro privilegiado, estará em situação delicadíssima, correndo o sério risco de prisão.

É esta a sua situação deprimente.
O plano B consiste em consumar o processo de afastamento de Lula, iniciado por mero oportunismo eleitoreiro neste 2º turno do pleito, abandonar o PT e ingressar em outro partido, possivelmente o PSB, do atual governador de São Paulo, Marcio França.

Acreditando na vitória de França sobre Dória, a pretensão de Haddad é viabilizar o seu nome como secretário de estado em São Paulo e assim garantir o foro especial.

Andrea Sadi do G1, diz que França no entanto, a princípio, rechaça a ideia de qualquer aproximação com o PT.

Só que no caso, Haddad estaria no PSB.

Vai que cola...

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política