Petista, ex-reitor de Universidade, espanca enteado que comemorou vitória de Bolsonaro

Absurdo! Criminoso!

Gravíssimo!

O ex-reitor da Universidade Federal Fronteira do Sul (UFFS), em Laranjeiras do Sul (PR), Paulo Henrique Meyer, professor, doutor e petista, foi preso em flagrante por espancamento do próprio enteado.

O “doutor” flagrou o garoto de apenas 11 anos de idade, comemorando a vitória de Jair Bolsonaro, na casa de um vizinho.

Indignado, Meyer desferiu socos, pontapés e utilizou um cabo de reio para agredir a criança.

Preso, o ex-reitor foi solto após o pagamento de uma fiança de R$ 2,5 mil.

É lamentável e inconcebível.

A que ponto chegamos...

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Sociedade