Ministros do STF opinam sobre novo HC de Lula

Alguns ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) comentaram informalmente com o respeitado jornalista Josias de Souza sobre as possibilidades de Lula ser solto, em função do último Habeas Corpus impetrado pelo abobalhado advogado Cristiano Zanin.

A chance é praticamente Zero.

Em sua coluna publicada nesta quarta-feira (7) no site UOL, Josias diz o seguinte:

Após assistir à entrevista concedida por Moro nesta terça-feira, dois ministros do Supremo conversaram sobre o caso.
Impressionaram-se com a “firmeza” com que o ex-juiz da Lava Jato refutou o que chamou de ''álibi falso de perseguição política''.
Consideraram “consistentes” os argumentos de Moro.
Na avaliação dos ministros, Moro foi especialmente feliz ao ressaltar três pontos que fizeram da condenação de Lula uma obra coletiva do Judiciário, não de um juiz:
1) A sentença em que Moro condenou Lula foi lavrada em 2017, quando não havia perspectiva de vitória de Jair Bolsonaro.
2) O veredicto foi referendado posteriormente por três desembargadores da Oitava Turma do TRF-4, que determinou a prisão.
3) O próprio Supremo indeferiu pedido de habeas corpus preventivo formulado na época pela defesa de Lula.
Por fim, os ministros concordaram que é juridicamente frágil a tese da defesa segundo a qual a aceitação do convite de Bolsonaro teria comprovado a falta de isenção de Moro na condução do processo sobre o tríplex.

Zanin é frágil. É fraco. É incompetente.

Sabe tão somente ganhar dinheiro e se enriquecer, mas profissionalmente é um desastre.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça