A S C E N D E - À memória de Pedro Dobes

Rastro profundo

A boa semeadura fez imortal lavrador

Que sobrevive à própria existência

Tão mais reluzentes os frutos

Reinventa-se a cada safra

Infinita passagem

Marcada por rastro profundo

Deixado nas gentes.

Obrigado Pedrão, pelo exemplo, inspiração e irmãos que me deste.

João Henrique de Miranda Sá

Jornalista independente em Campo Grande - MS.

Siga-nos no Twitter!

Mais de João Henrique de Miranda Sá

Comentários

Notícias relacionadas