Os Cardeais da infâmia!

No momento em que estamos vivendo ainda uma crise social monstruosa, com milhões de desempregados e a fome batendo às portas de incontáveis famílias, a Economia encolhida e a produção quase estancada, eis que no apagar das luzes da atual legislatura - diga-se de passagem a pior de todas na história republicana - os Senadores, muitos com rabo preso e que vão perder o foro privilegiado - aprovam um aumento monumental para os Ministros do STF.

Esse foi sem dúvida um dos piores tapas na cara de nós, cidadãos comuns. Um aumento que representa R$ 6 mil de acréscimo ao salário desses "supremos" Magistrados, mas que na realidade, por efeito cascata, representa um buraco de R$ 4 bilhões por ano aos cofres públicos.

O que aquele Senador do nordeste, que votou à favor dessa aberração, vai dizer para o seu eleitor? Que esses R$ 4 bilhões por ano, em poucos anos resolveriam muitos dos problemas enfrentados pelos nordestinos com as secas? Não... Ele não vai ter coragem de dizer isso. Vai voltar a se candidatar daqui a 4 anos dizendo que vai resolver todos os problemas da região, e o pior, talvez seja eleito.

O que aquele Senador que faz discursos emocionados falando de Educação vai dizer para o seu eleitor? Que com esses R$ 4 bilhões por ano poderia reformar e construir milhares de escolas, além de dar mais dignidade aos professores? Não, também não vai dizer isso. Vai voltar daqui a 4 anos prometendo Educação para todos.
O que o Senador que vai para a tribuna discursar a respeito da péssima qualidade das nossas estradas vai dizer ao seu eleitor? Que com R$ 4 bilhões por ano se recuperaria milhares de quilômetros de rodovias, ajudando a escoar nossa produção? Não... Ele não vai ter coragem. Vai voltar daqui a 4 nos falando que lutar pela infraestrutura do país.

O que aquele Senador hipócrita que, com o dedo em riste, faz declarações de protesto contra a situação da saúde vai dizer? Que com R$ 4 bilhões de reais por anos seria possível recuperar e construir hospitais, fazer novos leitos, adquirir equipamentos e medicamentos e melhorar o atendimento aos hospitais, ou até quem sabe investir em pesquisas? Não! Não vai, mesmo sabendo que pessoas estão morrendo nas filas dos hospitais, por falta de atendimento, ou porque não têm os remédios que precisam! Ele votou pelo aumento dos Ministros, para daqui a quatro anos voltar com o mesmo discurso.

Tudo o que esses Senadores fizeram agora foi tentar comprar o Judiciário, já com medo do que possa vir futuramente, devido aos processos que serão consequências das investigações já prometidas por Moro. Jogarão na cara dos Juízes: "Como podem fazer isso comigo? Eu votei a favor de um aumento pra vocês!"

Seis mil reais só de aumento é mais do que a maioria dos trabalhadores brasileiros têm com salário, e em cima disso (ou muito menos) ainda pagam os impostos que sustentam uma Corte que muitas vezes nos dá vergonha, pela distribuição de Habeas Corpus a bandidos amigos!

Aí depois vem um Juiz togado pela canetada, cheio de não-me-toques, dizer: "Qualquer ataque ao judiciário é um ataque à democracia". Toma vergonha, Toffoli! Qualquer ataque ao nosso juízo, pensamento e dignidade é que é um ataque à democracia! Vocês são pagos por nós para servir à sociedade! Não estão estão acima de nós! Nós somos os seus patrões e a quem vocês devem respeito e reverência, e não o contrário, e o mínimo que vocês deveriam respeitar é a situação atual do país e dos brasileiros!

É um ataque à democracia? Então tá! Experimente perguntar a esse povo brasileiro sofrido, que pega ônibus lotado as 5 da manhã e volta pra casa à noite numa lata de sardinha, o que é que ele acha do aumento concedido a vocês! UM ESCÁRNIO!
Toda a sociedade está se empenhando ao máximo para manter esse país de pé e funcionando, ainda que combalido! Empresários, mesmo esmagados por pesados impostos, estão fazendo o possível para manterem suas empresas de pé e para não terem que mandar mais gente embora. Estão no Brasil por pura teimosia! Aí, numa seção recheada de vagabundos que respondem a inúmeros processos, concedem o regalo para quem na minha opinião não deveria e não merece ganhar nem metade do que ganha? Ora tenha a santa paciência, Brasil!

O aumento no salário base dos Ministros foi de seis mil reais, fora as inúmeras mordomias e gratificações! Apartamentos funcionais, passagens aéreas, carros oficiais com motoristas, cabeleireiros e até um plebeu para puxar a cadeira para o Ministro sentar, porque não pode sujar as unhas...

Quanto custa para o pobre e sacrificado brasileiro manter esses cardeais da infâmia? Isso sim, Ministro, é um ataque à democracia. Nós, que somos os patrões, não pudemos opinar se aceitamos ou não esse descalabro.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Marcelo Rates Quaranta

Comentários

Notícias relacionadas