Temer tem a oportunidade de encerrar o mandato com um mínimo de dignidade

Não há nenhuma razão plausível para o presidente Michel Temer sancionar o aumento salarial dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF). Assim como não havia nenhuma razão para que a questão fosse votada agora pelo Senado Federal.

Fim de mandato para o presidente, fim de legislatura para os parlamentares, natural que deixassem a questão que envolve um ‘buraco’ de R$ 4 bilhões, para quem assume.

Os senadores, em grande número em fim de mandato e derrotados nas urnas, inclusive o atual presidente da casa, Eunício de Oliveira, como numa atitude de “vingança” ao povo brasileiro, colocaram a questão em pauta e cometeram a heresia.

Quanto a Michel Temer, diante da manifestação do próprio Jair Bolsonaro, no sentido de que, se já fosse o presidente, vetaria o aumento, tem em suas mãos a oportunidade de deixar o governo com um mínimo de dignidade.

Que o atual presidente tenha coragem e efetue o veto.

É o notório apelo da sociedade.

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Siga-nos no Twitter!

Mais de Amanda Acosta

Comentários