Michelle Bolsonaro, anônima, fantasiada de “palhaça”, faz ação social no Rio

A futura primeira-dama do país, esposa do presidente eleito Jair Bolsonaro, em agosto deste ano saiu pelas ruas do Rio de Janeiro caracterizada de palhaça para a realização de um trabalho social.

Os fatos somente agora foram revelados por uma reportagem do site Pleno.News, que acompanhou o trabalho da ONG Trupe Miolo Mole, que atua com palhaçaria no ambiente hospitalar.

Segundo a reportagem, Michelle saiu pelas ruas segurando ‘uma placa com os dizeres Doe Sangue, Doe Medula e, com a cara pintada, transitava pelas pessoas, pedindo pelo Hemorio. Sorria, ficava parada na frente dos carros ao sinal fechado e distribuía panfletos da instituição. E ninguém sabia quem ela era’.

– Um simples nariz de palhaço colocado no rosto pode mudar vidas. E isso pode começar a partir de mim mesma – teria dito a esposa do presidente eleito.
Michelle revelou que havia entrado para o grupo não apenas para ser útil com causas urgentes, mas também com a intenção de diminuir sua timidez.
– Sim, sou um pouco tímida, discreta. Resolvi entrar para a escola de palhaços para unir o apoio às necessidades das pessoas e administrar a minha timidez.

Durante meses, a esposa do novo presidente da nação, participou de treinamentos e tarefas do curso, fazendo parte do projeto DADO – doe a quem doer. Naquela manhã de agosto, Michelle esteve atuando no Hemorio e arredores como parte de mais um estágio de formação em palhaçaria. E foi bem sucedida, sem sequer revelar a sua identidade.

Fonte: Pleno.News

da Redação

Comentários

Mais em Tema Livre