A má fé e a pura maldade de Mônica Bergamo, da Folha, com a delegada Erika Marena

Uma jornalista com espaços monumentais em veículos da grande mídia, que assina coluna diária na Folha de S.Paulo e na Rádio BandNews FM, deveria no mínimo, ter mais responsabilidade e respeito para com o seu público e para com pessoas públicas alvo de seus comentários.

Mônica Bergamo, seguindo a mesma toada da Folha de S.Paulo, perdeu totalmente a compostura e a linha.

Veja o comentário postado hoje em seu Twitter sobre a delegada Erika Marena,

Erika Marena, a delegada que mandou prender Luiz Cancellier, reitor da Universidade Federal de SC, está na equipe de transição de Moro. Ele se suicidou em seguida. Nada foi provado até agora contra ele.

Pura má fé ou mera ignorância. De qualquer forma, absolutamente irresponsável.

Delegada não manda prender ninguém. Apenas requere. Quem determina a prisão é um magistrado.

Pura futrica inconsequente de quem está descontente com o resultado eleitoral.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Política