Só Poesias: Eterno amor

Se a noite eu conseguisse tocar as estrelas, eu sorriria porque por instantes. Sentiria tocando a sua pele, seu corpo.

Eterno amor_

Se a noite eu conseguisse tocar as estrelas,

eu sorriria porque por instantes.

Sentiria tocando a sua pele, seu corpo.

Se eu pudesse fechar os meus olhos,

te elevaria ao limite dos meus pensamentos.

Sentiria a tua alma, e a tocaria com as mãos

E se ainda pudesse falar o quanto duraria

o meu sonho...

Eu desejaria jamais acordar

para te-la mais tempo em meus braços

Te amar e te amar...

te amar de uma forma envolvente,

demente, carente e até inocente

Porque para mim,

você é misto gostoso de menina e mulher.

E eu te amaria calmamente.

E na calma de ama-la eu sentiria o que

é eterno.

Porque eu te amo mais que muito,

eu estou em você.

E mesmo ainda, que não consiga

tocar as estrelas no céu,

eu poderia dizer-lhe;

Que este amor que eu sinto é inteiro em

meu ser...

Onde você preenche totalmente

com este amor, que não é imortal

em meu infinito.

Amor sonhado, amor bonito

Um amor que é o tempo e o vento

Quase simples assim.

*Joe Luigi*

EU SINTO QUE EU AMO VOCÊ_

Você é a noite mais linda

é a história não escrita

que um dia eu vivi

É a palavra mais bonita

que eu não consegui escrever

você é meu poema inacabado

é o mais lindo

de todos os rabiscados

feito com pura emoção

para dizer que te amo

desnudei minha alma tímida

e escrevi esta quase canção

Nela digo para ti o que sinto

Grito alto para todos ouvirem

Que eu amo amar você.

*Joe Luigi*

CREIO EM TI

Creio em teu amor, sinto-te em mim

Como um raio de sol me iluminando

Creio em ti, como num amor sem fim

Creio em ti, quanto estamos nos amando

Creio em ti, como o amanhecer

Crê na luz do sol, eterna e infinita

Creio, na tarde a espera do anoitecer

Creio como a rosa ma is bonita

Crê no perfume, sem esquecer

Que ele é teu, por toda vida

Creio em teu amor

Como um bálsamo que alivia

Minha saudade e meu desamor

Creio em ti como alguém que sabe

Não ser ninguém sem teu amor

Creio e não me canso

Pois, este amor que me invade

Quando sinto saudade

É tão imenso e intenso

Que não saberia viver pensando

Que um dia pudesse me deixar

Creio no amor porque te amo

E sem ti não quero mais ficar!

*Gena Maria*

POR QUE CORAÇÃO?

Quantas vezes eu perguntei...

Perguntei milhões de vezes

A você coração, por que falhei?

Se amar foi um erro por que me deixou amar?

Se amei sem pensar, se a razão não usei

Foi porque você estava a comandar...

Comandou meus passos,

Que me levaram ao final

Desta longa estrada tortuosa!

Comandou meus olhos,

Para que só vissem a beleza,

Passando despercebidas as nuvens

Cinzas que encobriam o meu céu!

Encobriu meus olhos para que eu

Não enxergasse a maldade humana

Mostrando-me apenas o lado bom.

Por que coração... Não me orientou nesta caminhada

Mostrando-me que as pedras existem também?

Que deveria tê-las contornado

E não as colecionado para construir um castelo

Com apenas sonhos em seu interior?

Por que coração, você tinha que insistir

Em comandar minha razão...

Deixando-me agora frente a uma realidade...

Que só me feriu e machucou?

Por que coração?

*Gena Maria*

Voz do silêncio!

O silêncio é preciso,

Faz parte da sabedoria.

Calei por não ouvir seu sentimento,

Calei por escutar a verdadeira palavra...

Qual a palavra exigida aos nossos corpos?

Qual o sentimento a nos unir fortemente?

Qual o temor a seguir?

Palavra?

Sabedoria...

Sentimento?

Amor...

Temor?

Sofrer...

Ah! Meu amor!

Sofrer não faz parte do meu viver.

Vivo para amar, transmito paz!

Vivo envolvendo corpos ardentes...

Ah!

A melhor palavra...

Felicidade...

Esta estampa a frase do silêncio!

Esta é a chamada voz do silêncio...

*Paola Vannucci*

Chega de amar...

Não quero mais sonhar!

Chega de poetar

falar palavras de amor

sofrer

chorar!

Chega de me encantar

olhar o céu azul

olhar o brilho de estrelas

e amar o mar!

Não, não quero mais

sonhar!

não quero mais

sentir dor

sentar-me ao piano

tocar !

Não, não quero

mais amar!

nem te olhar

nem gritar

quero apenas esquecer

que um dia

acreditei em ti

no teu doce olhar!

*Celina Vasques*

Para ti

Que me olhas e atiças

Com teus olhos enamorados,

Me lembrando...

Momentos passados

Para ti que,

Com beijos lavas meu pranto

Teu olhar me acaricia e seduz

És na negrura da minha vida...

Porto de abrigo, aconchego e guarida

Para ti que,

Me fizeste redescobrir a vida

Gostar de mim e sentir-me desejada

Sentir as gotas do teu sorriso...

Em mim pousadas, simples palavras

Por ti pronunciadas.

Palavras belas e encantadas...

Como papoilas aladas

No meu corpo deslizam ternamente

Na minha alma penetram...

E te fazem presente.

Para ti,

Aqui deixo, palavras baralhadas,

Impregnadas de ti e de mim...

De sentimentos, amor e gratidão,

Cultivadas no jardim da nossa paixão.

*Maria Irene Frieza*

REFLEXO… 

Sou.. Reflexo do meu eu,

às vezes preciso ficar só…Me encantar com

a felicidade.

Preciso colorir meu coração ,com mais alegrias,

afagar-me nas emoções e

saciar-me nos sonhos.

Enquanto a lua dorme com seus mistérios,

escrevo sentimentos e absorvo

o melhor do meu ser.

Sou como o sol, acordo aquecida no calor

da paixão,

que arrepia-me a pele,

Sou feita de desejos, embriago-me

de loucuras de encantos…

Sou pura sedução,

sigo poetizando, inspirada num mundo

de palavras,

aplaudindo a beleza da vida, pintando o amor,

em forma de poesia.

Sigo colorindo meus sonhos…

Amando, porque preciso continuar sonhando..

*Poetisa Sandra Pires*

SÓ POR VOCÊ…

O corpo inteiro o perfume adocicava

Mel natural pelo néctar dulcificava

O caminho era imenso e o mar desconhecido.

Pensamentos caminhavam junto comigo.

Lá adiante iria te encontrar... Para a jornada

E mostrar que a determinação já ia abraçada.

Perambulava hora no paraíso nadava por certo.

Oásis, pés descansam para enfrenta areia do deserto.

Sol quente em demasia onda enfurecia

A areia continha fogo e ardia, o coração gemia...

A ânsia enorme de te rever influenciava

Nem sentia o sol, no mar arder imagine como te amava!

Ia transpondo desafios em terra

Seja o calor alucinante ou o frio devera!

Estava disposta... A caminhar.

Por muito te amar...

Moveria e subiria em montanha

Nem sei de onde vinha força tamanha...

Posso chamar de amor essa vontade de vencer.

É só do seu lado, só seu lado que sei viver!

Assim que visse o teu olhar

O jeito lindo de me envolver.

Só você sabe o jeito mágico de me amar...

Valeria a pena contigo viver!

*Hortência Lopes*

Espero...

Espero nas linhas do tempo,

debruçada na vida como parapeito

esperando por aquele mesmo vento

que te trouxe p'ra mim,

soprando ex-amores do peito.

Espero que para o tempo haja tempo,

de remendar todos os nossos momentos,

de apartar de meus lábios o tormento,

de causar nesse oceano de lágrimas

algum movimento...

Espero...

Só espero...

Ainda espero...

Que haja resto de vida em nossos olhos,

e que a pureza dos teus reguem a semente,

renasça aquele amor que um dia me disse:

que a vida inteira era pouco tempo,

pois amor verdadeiro vive além da vida e além do amor...

Espero...

*Anna Carvalho*

Cuidando do nosso jardim

Meu jardim era tão triste

Quase não havia flor

Um jardineiro chegou de bom grado

plantou sementes de amor

tratou da terra seca

aparou as folhas mortas

das sementes,

vieram flores de toda cor,

-Que belo teu jardim! -Jardineiro exclamou!

Mas a primavera passou

no outono que chega agora

As flores caem ao chão

É a força da NATUREZA

LUTE jardineiro!

É preciso regar mais vezes,

Arar a terra, curar as flores!

Antes que chegue o frio do inverno

E aquele rosa que outrora viçosa

Morra triste por falta do teu cuidado...

*Anna Carvalho*

[....]

Tenho o meu jardim

sempre florido,

com rosas

dos amores, paixões

pelas mulheres da minha vida!

Existem rebentos

a florescer

como rosinhas,

as rosinhas da minha Vida!

Todos os dias

olho para o jardim

e meus olhos se encantam

vendo em cada flor

uma parte de mim!

Aproximo-me de cada uma

e acarinho, dou amor

e sorrio…

… cada flor

é uma história vivida,

com encanto,

paixão e amor!

O jardim do meu encanto

ficará…

e eu um dia

partirei

com o meu corpo coberto

de pétalas de amor!

*José Manuel Brazão*

Estava Escrito Nas Estrelas

Nasceu na minha vida como uma flor...

Veio como brisa calma depois do vendaval,

trouxe na bagagem um amor tão perfumado

que deixou meus versos embriagados

e o meu coração um manancial

de afetos que jorram incessantemente.

Veio de uma forma quase irreal,

veio de longe... de longa jornada

ao encontro desta terra arada.

Semeou na minha vida a sua semente

que renasce nos meus versos a cada dia

de uma forma tão ardente

como sua pele quente e macia

que nosso infindo desejo irradia.

Tudo ao redor toma a forma,

o sabor de um doce beijo

que me leva a um infinito adejo,

afinada nos seus arpejos.

*Carmen Vervloet*

SUPERAR E VIVER

Sem que se perceba,

surgem momentos na vida

que somos impulsionados para abismos.

A realidade se mostra implacável

tirando-nos os sonhos.

Conflito interior,

sentimentos e pensamentos em desalinho.

É o instante certo

para inspirar a coragem.

Desvendar os olhos

e olhar em direção à Luz.

Direcionar o coração no caminho do AMOR.

Hora do reencontro consigo mesmo,

para que se dissipem as névoas.

Assim,

O horizonte do sol

se tingirá de cor fluorescente

para ofuscar o que não tiver brilho.

Na primavera dos sonhos

brotarão rosas raras

e dos seus espinhos

surgirão sementes de vida.

Do espírito da fé

nascerá a esperança de um novo estágio

que transcenda a atual realidade.

Das orações

virão forças para as atitudes

que serão sementes de bem viver.

*Lenilce Azevedo*

No mistério que e amor:

Das estrelas,

Arranco segredos profundos

E esqueço as horas de sofrimento

Em excesso.

Das flores,

Sinto o seu roçar, uma nas outras,

E na sua elegância retiro

Algumas consolacoes carinhosas.

Do Sol,

Vejo memorias coloridas

Que se intensificam dentro de nos

E invento paisagens de carne viva

Que se magnificam por impulsos

Por exprimir.

De um ribeiro sem nome,

Abraço a agua que por ali havia

E escuto a sua voz quebrada

A revelar-me, algum oculto saber.

Das noites,

Inundo o meu quarto de sonhos

E no silencio que se espalha

No meu corpo sopro as ilusões,

Para que não sejam falsos sinais.

Da Lua,

Abrigo-me na claridade da sua luz

Onde a vi e no reflexo que se abre em mim,

Decifro no seu rosto espelhado ao luar,

Todas as revelacoes do amor.

Aquelas, que me irão ensinar

Todas as formas de amar.

*RP/RP-Amor e a Lua*

Várias formas de amar

O amor , ah o amor,

descrito por tantos

e sentido por muitos...

Muitos sofrem por ele,

outros são felizes em nome dele...

São várias as formas de amar,

é amor quando começamos

a rir de nós mesmos pois

ele se torna alegre, feliz...

É amor quando entendemos

Que devemos sonhar

e continuar lutando

mesmo que eles sejam altos demais...

Existe amor quando demonstramos

um sorriso largo nos lábios

e o colocamos na nossa vida

e na de todos que nos rodeiam...

É amor quando sorrimos

das nossas atrapalhações

e tentamos consertar

algo que deu errado...

É amor quando descobrimos

que se hoje o dia foi ruim,

amanhã teremos chance

de o tornarmos melhor...

Existe amor

Quando você chega pro ser amado

E diz :EU TE AMO

Com toda verdade do seu ser...

É amor

quando sorrimos no auge

da vitória, e depois

de tanta torcida

chegamos lá...

*Anjopoesia*

PERDIDA EM SUAS RESPOSTAS

Encontro-me perdida em suas respostas.

Não me deixa saber de você.

Quem é e porque de me tocar a alma.

Mexeu com meus sentimentos.

Ando em desalinho em pensamentos.

Achando melhor te esquecer, e viver.

Já fiz várias perguntas, e nada...

Nada de respostas, nem se quer um sinal.

Porque se faz de rogado, sabe que tenho carinho.

Por esse teu lado sério, cheio de mistério.

Me de a resposta, diga-me quem é....

Faço sempre minhas apostas

Esperando sua resposta....

Porque me rodeia, porque me incendeia?

É um suplicio viver assim, com alguém

Que se esconde até de mim.

O que podes você esconder,

E até de mim, tem medo de aparecer.

Queria saber os teus porquês...

Porque insiste neste mistério

Mostrando-se sério,

Será que não percebe,

Que mesmo assim é você quem eu quero!

Não me deixe perdida em suas respostas!

Acredite em mim e faça sua aposta...

Mas nunca se deixa alguém sem respostas.

* A FLOR DE LIS. (Márcia)*

Distante

Tentei seguir um rumo a deriva,

afastar os pensamentos ruins,

ver primavera onde o outono surgia

e verão queimando o inverno.

A desilusão tomou conta de tudo

devastando a poesia, o ritmo,

o bom humor...

Apaguei o sorriso que carregava no rosto

Aquele que se abria sozinho ao lembrar de ti

Parei de ver estrelas cadentes...

de imaginar imagens nas nuvens.

Não há revolta, há certeza de que para ser feliz,

não basta palavras doces, e versos melosos

é preciso amor verdadeiro, sincero.

O tempo continua a correr

envolvendo-me no silêncio,

calando os sentimentos

e os sonhos coloridos

Assim, sinto você

mais e mais e mais

Distante!

*Su Simon*

Luz sobre o azul

Ontem

despi o céu

toquei a nudez

dos que esperam.

Caminho

estrelas nos pés

descalça das pontes

inabitadas de passos.

Tenho

as muralhas palavras

quebrando todos os mares

e a areia que limpo dos meus olhos.

Só assim

revelo em mim

silêncios veleiros

texturas e formas de flor.

Brancuras

absorvidas de sal

que olham no horizonte

delicadezas do andor

nas asas de um vitral.

*Iatamyra Rocha*

Anjo ferido

Não te disse adeus. Não pude. Não houve chance de ser eu,

E toda aquela paixão contida, você nem soube que aconteceu.

Fui condenada com pressa... Sem culpa explícita, cai no banco dos réus.

Juiz impiedoso, nem mesmo ouviu o que minha emoção gritava.

Tuas conclusões deixam claro, que ao estar comigo,

Nem sabias de verdade com quem estavas.

Essa dor machuca... Tanto que transpassa o peito.

Tento entender tua alma, tua completa falta de jeito.

Desfaz de mim... Ordena a partida sem culpa,

Ainda que a culpa exista para você.

Desdenha das minhas palavras, faz do meu sabor apenas uma vaga lembrança,

Que com o tempo perdoarei minha falta de erro,

E esquecerei tua atitude de criança.

*Gil Façanha*

Perfume envolvente

Sabe, não tenho tudo que sonho, nem a minha vida é como eu gostaria e nem tão pouco estou ao lado do amor dos meus sonhos. Mesmo assim, consigo aspirar um perfume diferente e gostoso que está sempre por perto de mim. Esse perfume me faz sentir alegria de viver. Esse perfume me faz perceber um universo de possibilidades e oportunidades que essa vida que amo pode me oferecer. Por isso, mesmo que as vezes eu entristeça... Mesmo que as vezes eu sinta o abraço sufocante da solidão, não me entrego à elas totalmente, pois o perfume envolve-me toda e pareço ouvir: resista, lute e viva feliz porque tudo o que é teu será teu. Acho que esse perfume vem dos jardins de minha alma... E deve ser o perfume da felicidade...

*Nádia Santos*

                                                             https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

Maria Catherine Rabello

Pernambucana, amante da poesia. “Amo minha vida e todos que fazem parte do meu mundo. Poesias são sonhos vividos, lembrados ou desejados. Poesia acalenta a alma e o coração. Sonhar é viver, viver feliz! Amo poesias, poesias de amor sempre! Sou sonhadora e feliz. Meus rabiscos são meus segredos, meu baú de sentimentos. Apresento lindas poesias de muitos corações iguais ao meu. Amar sempre!

Mais de Maria Catherine Rabello

Comentários

Mais em Mundo da Poesia