‘Exército’ de Stédile entra em ação e MST invade fazenda de delator

Uma fazenda pertencente a família do ex-deputado Pedro Corrêa foi invadida na manhã deste domingo (27) pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). 

Coincidência ou não, a ação do MST ocorre logo após a divulgação de que o ex-deputado está negociando com o Ministério Público um acordo de delação premiada, que deve ser fechado no decorrer desta semana. 

A Fazenda Boa Esperança fica localizada no município de Brejo da Madre de Deus (PE), a 200 quilômetros de Recife. 

O médico, ex-presidente do PP e ex-deputado federal, está disposto a falar e contar tudo o que sabe. Está disposto a explicitar as reuniões, acertos e conchavos da qual participou. Em várias delas os seus interlocutores teriam sido Lula e Dilma.  

Os filhos de Pedro Corrêa já manifestaram preocupação com o que pode acontecer daqui para frente e tem receio com relação as suas próprias integridades físicas. 

Com a autoridade de quem presidiu um dos maiores partidos da base governista, Corrêa já disse aos procuradores da Lava-Jato que Lula e a presidente Dilma Rousseff não apenas sabiam da existência do petrolão como agiram pessoalmente para mantê-lo em funcionamento.  

Ainda segundo Pedro Corrêa, o esquema iniciado por Lula, que viabilizou desvios na ordem de 19 bilhões de reais dos cofres da Petrobras, continuou a funcionar durante o mandato de Dilma Rousseff, que tinha pleno conhecimento do esquema na estatal.  

No início deste ano, numa reunião com militantes, Lula após se proclamar ‘honesto’ e dizer que ‘honestidade não é mérito é obrigação’, convocou João Pedro Stédile, um dos líderes do MST, a colocar o seu ‘exército’ na defesa da ‘democracia’. (assista o vídeo).


                                                       https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política