Governador de Pernambuco recorre da liminar que prorrogava os trabalhos da delegacia da corrupção

O Governo de Pernambuco, através da Procuradoria Geral, recorreu da decisão do juiz da 5ª Vara da Fazenda, Augusto Angeli, que determinou que a Decasp continue funcionando por mais 45 dias.

A delegada Patrícia Domingos foi afastada da função com a extinção da delegacia que causou repercussão em todo o país.

Com a liminar – fruto de uma Ação Popular – o juiz concedeu um prazo de mais 45 dias para que a delegada pudesse concluir seus trabalhos.

Domingos está apurando uma série de denuncias que envolvem vários políticos e prefeitos de Pernambuco.

A palavra final cabe agora ao Tribunal de Justiça, que deve decidir a qualquer momento na pessoa do seu presidente Adalberto de Oliveira.

É o presidente quem tem a competência para analisar pedidos de suspensão da liminar.

Clique aqui e confira o pedido do governo do estado.

Siga-nos no Twitter!

Mais de Ricardo Antunes

Comentários