Sobre o “Golpe do Plantonista”, general desafia o STF: “Será a justiça mais forte que a idolatria?”

O “Golpe do Plantonista” arquitetado pelos três patetas – Wadhi, Pimenta e Paulo Teixeira – por um fio não conseguiu êxito em seu objetivo maligno, colocar o meliante Luiz Inácio Lula da Silva em liberdade.

Para tanto, os infames petistas montaram um conluio ilegal e criminoso com um desembargador petista, de ligações intrínsecas com o PT, nomeado para o cargo pela “ré” Dilma Rousseff.

O general Paulo Chagas, brilhante e corajoso ativista das redes sociais, no momento em que se aproxima o julgamento de Rogério Favreto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) lançou um desafio aos nossos combalidos ministros

Veja abaixo:

“Há algum tempo escrevi que o Desembargador Rogério Favreto, do TRF-4, aquele que, abusando da autoridade que não tinha, mandou soltar o criminoso Luiz Inácio Lula da Silva, é mais uma vítima da sedução do ladrão e que, por isso, não teve qualquer prurido para valer-se do seu “plantão” e do recesso do judiciário para desmoralizar ainda mais a política e as leis brasileiras e para criar um clima de instabilidade e de indignação que só aos canalhas interessava.
Pois bem, Favreto será julgado por seu “crime de amor” por uma Suprema Corte composta, basicamente, de homens e mulheres vitimados pelo mesmo mal que levou o réu a cometer o desatino.
Será a justiça mais forte que a idolatria?
O resultado do julgamento responderá a pergunta.
General Paulo Chagas”

Siga-nos no Twitter!

Comentários

Mais em Direito e Justiça