Guerra na PGR põe em conflito e expõe racha entre procuradores

De acordo com a Revista ISTOÉ, a procuradora-geral Raquel Dodge está em guerra declarada contra o subprocurador Moacir Morais Filho, que denunciou e pediu o afastamento de Alexandre Camanho, secretário da Procuradoria-Geral da República e braço-direito de Dodge.

Motivo: Camanho foi flagrado em interceptação telefônica oferecendo ao "homem da mala" Rodrigo Rocha Loures formas de aproximar o Presidente Michel Temer dos investigadores da Operação Lava Jato responsáveis pela denúncia dos Portos.

Um imbróglio, em suma.

E gravíssimo!

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Mais de Helder Caldeira

Comentários