Mandetta começa mal e ganha o primeiro “NÃO” de Bolsonaro

O futuro ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta, conforme o Jornal da Cidade Online já denunciou, destoa da equipe que vem sendo construída pelo presidente eleito Jair Bolsonaro.

Contra o deputado federal de Mato Grosso do Sul pairam sérias denúncias de corrupção e até de dilapidação e depredação do patrimônio da Santa Casa de Campo Grande.

Diante disso, pode já estar havendo algum tipo de má vontade de Bolsonaro para com o seu futuro ministro.

Diante de uma ideia apresentada por Mandetta, o presidente eleito foi duro e rechaçou peremptoriamente, sem sequer ouvi-lo.

Mandetta propõe exigir certificação dos médicos formados.

A palavra do presidente:

“Sou contra Revalida para médicos brasileiros, está ok? Ele (o deputado Mandetta) está sugerindo um Revalida até com uma certa periodicidade. Sou contra porque vai desaguar na mesma situação que acontece com a OAB. Nós não podemos formar jovens no Brasil, cinco anos no caso da advocacia, e depois submetê-los a serem boys de luxo nos escritórios de advocacia.”
Ponto final.

da Redação

Comentários

Mais em Política