Aumentam as motivações para eventual prisão de Dilma

Petistas estão em estado de alerta temendo uma medida mais drástica contra a ex-presidente Dilma Rousseff.

Novas revelações de Antonio Palocci tiveram a ex-presidente como alvo.

O conteúdo dos depoimentos ainda é desconhecido, mas tudo indica que a natureza é bombástica e com material probante fornecido pelo delator.

Existe um consenso de que com a derrota eleitoral e assim consequentemente sem foro privilegiado, a ex-presidente não deverá resistir ao cerco.

A própria colunista da Folha, Mônica Bergamo, praticamente uma porta voz do PT, alertou em sua coluna desta terça-feira (27) para esta possibilidade.

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça