Um cabo, um soldado e milhões de brasileiros contra o STF

Quando Eduardo Bolsonaro afirmou em uma aula preparatória de concurso em Cascavel, PR, em junho de 2018, que para fechar o STF bastava apenas um soldado e um cabo, toda a mídia tradicional e o próprio STF "caíram em cima" do deputado. Arrependido, Eduardo voltou atrás e fez pedido de desculpas afirmando que tal alegação foi feita de maneira impensada e que irá “tomar mais cuidado a todo momento com o que se fala”.

Hoje, com o bombardeio de imoralidades - como o indulto de Natal, aumento de salários aos ministros e outras medidas altamente questionáveis -, um cabo, um soldado e Eduardo Bolsonaro podem ser as menores das preocupações do STF. O Tribunal brinca com fogo e com os brios de milhões de brasileiros fartos da velha política e do conluio das elites públicas que desavergonhadamente se locupletam no poder.

Em caso de o STF legitimar na sessão de hoje a constitucionalidade do decreto de Michel Temer de indulto natalino aos corruptos, os movimentos Brasil Livre (MBL), Aliança Brasil, Avança Brasil, Nas Ruas e Vem Pra Rua se manifestaram afirmando que estarão dispostos a mobilizar milhões de brasileiros a comparecerem às ruas para pressionar o STF.

Se estavam chocados com um cabo e um soldado, o que dirão de milhões de brasileiros nas ruas?

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça