Bolsonaro não ficou de joelhos para congresso criminoso, diz Marco Antonio Villa (veja o vídeo)

A corrupção era o preço da governabilidade

Em uma exímia análise na rádio Jovem Pan, o historiador Marco Antonio Villa tocou em uma velha ferida da imprensa tradicional.

Durante 30 anos, diz ele, a imprensa afirmou que a corrupção era o preço da governabilidade. Para aprovar projetos, o presidente tinha de ficar de joelhos para um congresso criminoso e o Brasil finalmente dá sinais de mudança nesse sentido com a "revolução" de Jair Bolsonaro, acabando com o toma lá, dá cá. Confira:

da Redação

Comentários

Mais em Política