Tiburi e Lindbergh, os planos para 2020 e a iminência de nova derrota

Desempregados e derrotados, o atual senador Lindbergh Farias, cujo mandato termina em janeiro de 2019, e a ‘filósofa do assalto’ Marcia Tiburi, que sonhou que poderia ser eleita governadora, pretendem ser candidatos a uma vaga na Câmara Municipal do Rio de Janeiro em 2020, informa a coluna de Lauro Jardim, em “O Globo”.

Há quem diga que a eleição para vereador é uma das mais difíceis e complicadas.

Não tem esquema. É pé no chão. Tem que gastar sola de sapato para se eleger.

Tiburi não tem a menor chance. É fraca, antipática e impopular.

Lindbergh, por sua vez, vai depender de sua situação criminal. Pode ser que, sem foro privilegiado, ele seja recolhido ao xilindró, antes do pleito.

da Redação

Comentários