Capitão Médica do Exército reage e detona a grande mídia que denigre a polícia e defende a bandidagem

Em texto publicado nas redes sociais, a Capitão Médica do Exército, Fabiana Grossi Machado, extravasou todo o seu sentimento de asco a postura adotada pelo jornal Zero Hora - um dos maiores do país, pertencente ao grupo RBS - que invariavelmente publica textos e charges ironizando a Brigada Militar e atacando os seus membros, sempre de maneira jocosa e extremamente desrespeitosa.

A série de ataques do jornal contra a Brigada Militar atingiu o seu ápice com a publicação de uma charge no dia 18 de novembro, data em que a corporação completava 181 anos.

A charge, de extremo mau gosto, expôs um personagem negro que não aceitou apostar uma corrida com seu amigo em direção a outra amiga que estava perto de um policial.

Segundo o personagem negro, não seria seguro para ele correr em direção ao policial.

A repercussão foi tanta que o Comando da Brigada Militar divulgou nas redes sociais uma NOTA DE REPÚDIO.

Abaixo, veja o texto da capitão médica Fabiana Grossi Machado, que tem repercutido intensamente nas redes sociais:

Aos colunistas e editores do jornaleco Zero Hora:
Quando forem assaltados, alvejados, tiverem alguém da sua família assassinado (a) num latrocínio, uma filha, esposa, irmã ou até você for estuprada, NÃO CHAMEM A BRIGADA MILITAR!
Sejam coerentes e ajam como escrevem. Adotem o marginal, levem para casa e o ensinem medidas socioeducativas para serem pessoas melhores. Ofereçam flores ao seu algoz, leiam poesias, dancem com ele ao som de Chico Buarque, Caetano, Daniela Mercury. Troquem seu fuzil por uma rosa.
Repito: NÃO CHAMEM A BM! Sabem porquê? Por que policial neste país NÃO É PALHAÇO PARA SERVIR DE CHACOTA PARA SUAS CHARGES E REPORTAGENS REPLETAS DE IRONIA, JOCOSIDADE E MAU CARATISMO!
Este mesmo policial sai às ruas TODOS OS DIAS, arriscando sua vida para defender inclusive a vocês, cretinos de plantão, e suas famílias! Sejam homens e mulheres de verdade e andem SEM SEGURANÇA ARMADO nas ruas de Porto Alegre. Ajam como nós, cidadãos de bem, totalmente à mercê da marginália que vocês amam! Veremos a paixão continuar após ter um marginal apontando um fuzil para a cabeça de vocês e de sua família. BANDO DE HIPÓCRITAS!

Quando ficarem DOENTES, assim como alguém de sua família, filhos inclusive, NÃO CONSULTEM MÉDICOS BRASILEIROS, OK? Aliás, procurem curandeiros, peguem o primeiro avião, quem puder, vá consultar em Cuba ou Venezuela!

Antes de falarem, porque vocês não passam 30 dias acompanhando a vida de um policial e de um médico que trabalha nos postos de saúde do SUS nas comunidades carentes? Tenham a hombridade e a CORAGEM DE FALAR SOBRE AQUILO QUE SABEM E NÃO SOBRE O QUE O ENGRAVATADO ATRÁS DA MESA OU O AMIGUINHO SOCIALISTA DE IPHONE DIZ PARA VOCÊS ESCREVEREM.

Bando de fantoches de George Soros. Jornalistas como vocês só sabem distorcer e mentir. Vergonha alheia!

Imprensa medíocre e patética.

da Redação

Comentários

Mais em Sociedade