PF e Receita monitoram os passos de Lulinha e Luleco

Doravante, a situação dos filhos de Lula tende a se complicar, notadamente nos casos de Fabio Luís Lula da Silva, o Lulinha, e de Luís Cláudio Lula da Silva, o Luleco.

Lulinha já tem até livro circulando na praça, onde são contados todos os detalhes das falcatruas das quais participou.

Luleco, por sua vez, está com todos os seus passos sendo monitorados diuturnamente pela Receita Federal.

A coluna de Lauro Jardim, na Veja, informa que “por ordem do Fisco, os cartórios paulistas são obrigados a informar qualquer transação envolvendo empresas do herdeiro”.

Parece óbvio que tão logo o novo governo assuma, o cerco se feche.

Informação obtida pelo Jornal da Cidade Online, dá conta de que uma operação deverá ser desencadeada tendo como alvo tão somente os crimes cometidos pelos filhos do ex-presidente.

É a “Herança Maldita”.

da Redação

Comentários

Mais em Direito e Justiça