Dentro de um avião, ministro escancara a falta de atributos constitucionais para ocupar o cargo

Não faz muito tempo, o passista de quadrilha Luiz Inácio da Silva - vulgo 'Lula' - foi flagrado em interceptação telefônica com a então presidente Dilma Rousseff vociferando contra a Operação Lava Jato e as instituições democráticas, ipsis litteris:

" - Nós temos um Supremo Tribunal Federal totalmente acovardado, um Superior Tribunal de Justiça (STJ) totalmente acovardado, um Parlamento totalmente acovardado, [...] um presidente da Câmara dos Deputados fudido [sic], um presidente do Senado Federal fudido [sic], não sei quantos parlamentares ameaçados..."
Mas, o notório Ministro Ricardo Lewandowski é contra prisão após sentença condenatória em segunda instância e milita abertamente no STF pela liberdade de seu padrinho condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

No entanto, o mesmo Lewandowski exigiu que a Polícia Federal prendesse um advogado durante um voo da GOL Linhas Aéreas pelo simples fato deste ter-lhe dito que "o STF é uma vergonha".

Convenhamos, se um Juiz da mais Alta Corte do Poder Judiciário é incapaz de sopesar ações e reações diante dos fatos para emanar um julgamento justo, violados estão os principais atributos de um Ministro do STF previstos aos Art. 101 e 102 da Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

Ao Senado Federal, a quem compete privativamente processar e julgar Ministros do STF, cabem medidas urgentes e imediatas contra o abuso de autoridade de Ricardo Lewandowski.

#TenhoVergonhaDoSTF
Vai mandar me prender também?

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Mais de Helder Caldeira

Comentários

Notícias relacionadas