Com Cabral condenado e Pezão enrolado, chega a vez de Eduardo Paes

Acabaram-se definitivamente os momentos de glória do trio que durante mais de uma década fez e desfez o que bem entendeu no Rio de Janeiro.

Sérgio Cabral Filho acumula inúmeras condenações, o filho não conseguiu ser reeleito deputado federal e a esposa Adriana Ancelmo, parceira nas falcatruas, num futuro próximo deve retornar para o regime fechado de prisão.

Pezão foi preso no exercício do mandato de governador, tamanha a gravidade de seus crimes. Conforme pediu, brevemente poderá abraçar o seu comparsa Cabral e, até mesmo, morrer abraçado.

Por fim, parece que a hora de Eduardo Paes está bem próxima. Segundo a revista Veja, a delação do operador Carlos Miranda, determinante para a prisão de Pezão, complica enormemente a vida do ex-prefeito..

De fato, a vida de Paes, há algum tempo não anda nada bem. Na campanha eleitoral, líder durante todo o 1º turno, imaginou que iria driblar com facilidade o baixinho Romário no 2º turno, mas se deparou com o 'trator' Witzel.

Derrotado nas urnas, terá que se explicar de acusações seríssimas de corrupção.

Tudo indica que o ex-prefeito, dentro em breve, deverá estar no ‘olho do furacão’.

da Redação

Comentários