Gleisi tenta tirar proveito político de tragédia, mas é massacrada por especialista em Segurança Pública

A exemplo do que fez o demente Guilherme Boulos, a senadora Gleisi Hoffmann também ousou tirar proveito político da lamentável tragédia ocorrida em Campinas (SP).

A petista disse o seguinte:

“Massacre na igreja de Campinas assusta e alerta com possibilidade de Brasil ter com mais frequência crimes, estilo americano. Assassino sofria de depressão. Estava desempregado desde 2014. Se liberar armas e continuar incitando violência o novo governo vai tornar isso recorrente.”

A resposta fulminante veio de alguém com amplas credenciais para falar sobre o assunto.

Benedito Barbosa Júnior, Bene Barbosa, ativista e especialista em segurança pública. Presidente da ONG Movimento Viva Brasil e autor do Best-seller “Mentiram Para Mim Sobre o Desarmamento”. Sem dúvida, é um dos expoentes na defesa pelos direitos individuais no Brasil, no tocante ao direito constitucional da autodefesa.

Veja o que disse Bene:

“Se estiver desempregado, não compra arma. Se não passar no teste psicológico não compra arma. Se tiver passagem pela polícia, como seus companheiros de partido, não compra arma. Mais alguma dúvida?”

É impressionante como essa mulher consegue todos os dias encontrar um motivo para ser desmoralizada publicamente.

da Redação

Comentários