Um altar feito na sombra de um pé de goiaba!

Uma das coisas extraordinárias que aprendi com o Cristo é que Ele nos aguarda de braços abertos em todos os inesperados e comuns lugares, até mesmo num pé de goiaba.

O que esses pequenos seres risonhos (incapazes de entender o milagre do encontro divino da ministra Damares e o Cristo, depois de tamanho ato de terror) não sabem, é que são nas coisas comuns que toda a grandeza de Deus se revela.

Se fosse possível lhes dar um conselho, jovens ridentes, diria que antes de debocharem do pé de goiaba, deveriam tentar olhar o estrondoso milagre que é aquele altar vivo.

Ao contrário do que um cético possa acreditar (se é que são capazes de acreditar em algo além da incredulidade da própria existência), antes de ser um lugar indigno para o Cristo, eu conclamo que poucos lugares na Terra estariam imbuídos de tanta dignidade!

Ali, naquele altar sagrado, cuja a própria existência desafia de todas as formas as leis da probalidade, em que o milagre da vida grita, e que, por uma dessas ocasiões únicas do universo, uma criança grita de volta esperando se agarrar a qualquer pedacinho de vida, Cristo está plenamente presente!

Cada microscópica parte daquela árvore é um louvor glorioso do inacreditável milagre que é a criação.

Numa era de esnobismo e luxúria, é compreensivo que um cético possa crer que se um Deus existe ele não seria achado ali, mas sim em algum palácio mórbido. Áaaa..., meus caros, vocês não poderiam estar mais errados!

Descobri, há algum tempo, que são as coisas pequenas, os feitos rotineiros de pessoas comuns em lugares comuns que mantém o mal longe. E são ali que encontraremos mais facilmente toda a infinita grandeza de Deus.

Se um dia fosse começar uma peregrina jornada em busca de Deus, creio que não haveria melhor lugar do que em baixo de um pé de goiaba, em uma pequena cidade, onde uma criança clamou desesperadamente pela presença Divina.

Tudo mais me pareceria insignificante demais comparado a tamanha dignidade desse local sagrado.

(Texto de André Porciuncula)

Publicado nas redes sociais

Comentários