Gleisi reclama de “agressividade” de Bolsonaro em relação a Lula

Qual o critério da presidente do PT para mensurar a questão da ‘agressividade’.

Aliás, o que ela entende por ‘agressividade’?

Lula, mesmo preso, continua o mesmo sujeito dissimulado, mendaz, mentiroso, absolutamente sem qualquer escrúpulo e, ele sim, agressivo.

A senadora, por sua vez, se aprimora a cada dia e vai ganhando mais semelhança ao chefe engaiolado. Mentirosa e sem qualquer critério em suas críticas, sempre infundadas, distantes da realidade e, ela sim, agressiva.

Lula, diretamente da cadeia, disse que Bolsonaro foi preconceituoso ao refutar os médicos cubanos.

Em resposta, o presidente eleito tão somente rechaçou as afirmações do petista. Disse que foi o governo cubano que resolveu unilateralmente abandonar o programa Mais Médicos. Disse também que ofereceu asilo e salário integral para os cubanos que quisessem permanecer no Brasil. E, por fim, lamentou que Lula estivesse sendo mal informado na cadeia.

Onde está a agressividade?

Causa estranheza é que a acusação tenha partido de uma mulher que já ofendeu covardemente, e com palavras chulas, o então juiz Sérgio Moro e inúmeras outras autoridades, que usa o mandato para manter práticas repugnantes e que, inclusive, certa feita disse que iria morrer muita gente se Lula fosse preso.

Agride e mente.

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários

Leia mais...