Temer prepara artimanha para fazer Bolsonaro "engolir" Marun no governo

O ainda ministro Carlos Marun, esta figura nefasta que o povo brasileiro foi obrigado a suportar, deixou de concorrer à reeleição para a Câmara Federal para continuar ministro.

O fez mais por vaidade do que propriamente fidelidade ao presidente da República.

Marun sabe não ser possuidor de condições morais e intelectuais para chegar aonde chegou.

Nenhum governo com um mínimo de seriedade teria um indivíduo como Marun na condição de uma de suas principais autoridades.

Só mesmo Michel Temer, que agora tenta achar uma maneira de manter o ministro devidamente empregado no próximo governo.

A intenção é nomeá-lo para um cargo em alguma agência reguladora, onde teria mandato e não precisaria do aval do presidente eleito.

Caso isto aconteça, a solução para Bolsonaro seria demiti-lo na marra, a bem do serviço público, com base em sua vida pregressa, incompatível com a moralidade administrativa.

Lívia Martins

Articulista e repórter
livia@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários