Lewandowski concede liminar e gera mais um rombo bilionário para Bolsonaro

A Medida Provisória 849 (MP 849) perdeu o seu efeito nesta quarta-feira (19).

Ela adiava o aumento dos servidores públicos para 2020.

O ministro Ricardo Lewandowski concedeu uma liminar que cessou os efeitos da MP.

A decisão judicial representa um rombo de mais 4,7 bilhões para os cofres públicos e irá beneficiar 209 mil servidores civis ativos e 163 mil inativos, que já a partir de janeiro começarão a receber o aumento em seus salários.

da Redação

Comentários

Leia mais...

Mais em Direito e Justiça